domingo, 17 de julho de 2005

Sinos do Vento

A nose that laughs.

Sabe aqueles malditos sinos do vento que os imbecis penduram nas janelas dos apartamentos? Hoje me lembrei deles pensando em cascos de cerveja batendo numa praia enluarada. Ou eu sozinho na metrópole subindo ladeiras à noite no frio e na mochila uma garrafa de vinho. Minha cabeça era um livro e todas as frases eram benditas.

Um comentário:

Rosilene Fontes disse...

Me lembrei de taças batendo.
Um brinde ao teu blog que estou adorando... Tim, tim...